Acolhimento é para você?

Questionário para Auto-Avaliação

Você pensou em se tornar uma família acolhedora, mas você não sabe se esta é a decisão certa pra você? Aqui estão algumas perguntas que você deveria se fazer a fim de te ajudar a tomar a decisão certa pra você e para a sua família.

Você acredita que a única coisa que uma criança acolhida precisa é de amor?
Mesmo que amor seja algo legal para se oferecer, famílias acolhedoras também precisam ter aptidões em educação e comunicação e um entendimento de seu papel como pais. Ser paciente, consistente em suas palavras e seguir as regras e expectativas são questões importantes.

Você acha que crianças acolhidas são fáceis de agradar porque elas deveriam estar felizes só por ter uma casa?
Enquanto muitas crianças acolhidas se sentem felizes por terem uma casa, elas também estão lidando com perdas emocionais por causa de sua família biológica e outros relacionamentos passados. Muitas vezes a dor que essas crianças enfrentaram, torna difícil pra elas valorizarem o que tem sido dado a elas. Elas não pediram para serem colocadas na posição em que estão.

Você vê o acolhimento como uma forma de resgatar crianças de situações difíceis?
As pessoas que têm o desejo de resgatar crianças, normalmente, têm certa resistência de manter um contato razoável com a família biológica, e podem atrapalhar esforços para uma reunificação familiar. Lembre-se de que acolhimento é temporário e o seu objetivo, como família acolhedora, deveria ser o trabalho em favor da inserção da criança com a família sempre que possível visando o benefício da criança.

Você sente que pode se relacionar bem com crianças que estão passando por tempos difíceis?
Se você teve experiências familiares difíceis na infância ou enfrentou obstáculos significativos, você realmente “sabe como é”. Isto irá aumentar sua habilidade para ser uma família acolhedora. De qualquer forma, fique atento para perceber se a sua infância te deixou com sentimentos de raiva, depressão ou amargura. Emoções negativas fortes de sua própria infância podem atrapalhar seus esforços para ser uma figura familiar positiva. Isso deve ser cuidado antes que você possa se tornar uma família acolhedora.

Você acha que a ajuda financeira que as famílias acolhedoras recebem irá te ajudar a ter um orçamento menos apertado?
Mesmo que uma ajuda mensal seja dada para ajudar nas despesas básicas, você deve ter um desejo e anseio além das finanças para ser uma família acolhedora bem sucedida.

Você acha que se saiu muito bem com os seus filhos e por isso acredita que pode ser um bom pai/mãe acolhedor(a)?
Ter sido um(a) pai/mãe bem sucedido(a) indica que você tem certas habilidades e características pessoais que te fazem um pai/mãe efetivo. Desejar usar esses talentos para ajudar como uma família acolhedora é algo importante. Mesmo assim você deverá desenvolver novas habilidades para se relacionar com crianças cujas vidas foram formadas por situações difíceis. Você também pode ser um bom pai/mãe acolhedor(a) mesmo sem ter tido a oportunidade da paternidade/maternidade até agora.

Você tem um sistema de apoio firme que irá te ajudar quando for preciso?
Acolhimento é um desafio e você irá precisar de tempos de descanso e recuperação. Essas circunstâncias exigirão um bom sistema de apoio que inclui amigos, parentes e outros círculos comunitários que podem oferecer supervisão, segurança e amor que a criança precisa.

Você quer que a criança acolhida por você aprenda sobre e cresça na própria cultura dela?
Quando uma criança vai à sua casa, o ambiente pode ser bastante diferente, culturalmente, do ambiente no qual ela cresceu. Isso pode causar solidão, confusão e mágoa. É importante que você esteja disposto a aprender sobre a cultura da criança e incorporá-la na rotina da família para ajudar no desenvolvimento saudável da identidade da criança.

Você sabe como o acolhimento pode afetar sua família? Se você é casado(a), o que seu esposo(a) pensa sobre acolhimento?
Todos os membros da família têm um papel na criação e no cuidado para com a criança acolhida e será necessário que toda a família crie estabilidade e senso de aceitação que a criança acolhida precisa. Acolhimento deve ser uma decisão familiar.

Você quer trabalhar como uma equipe juntamente com a criança, a família biológica, assistentes sociais e outros profissionais?
Ser uma família acolhedora significa fazer parte de uma equipe. Você precisa trabalhar com o assistente social da criança, a família biológica e outros profissionais que estão ajudando a criança, para que você e a criança tenham a ajuda necessária.

Você normalmente sofre ou tem sofrido recentemente (últimos 12 meses) com algum problema físico ou emocional grave?
Acolhimento exige trabalho – para ter certeza de que você pode oferecer um cuidado consistente e de qualidade, sua saúde física e emocional são importantes.

Você tem o desejo de melhorar suas habilidades como pai/mãe por meio de treinamento e, também, ajudar outros a adquirir essas habilidades?
Cuidado de qualidade para crianças em acolhimento exige treinamentos regulares que cobrem um grande matiz de tópicos, desde desenvolvimento da criança até cuidados especiais com crianças acolhidas. Isto também lhe dará a oportunidade de aprimorar e aumentar suas habilidades, você também poderá conhecer outros pais acolhedores e aprender com eles.